Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Catalunha nas ruas

Mais de um milhão de pessoas manifestaram-se ontem em Barcelona contra a sentença do Tribunal Constitucional espanhol sobre o novo Estatuto da Catalunha. O protesto foi liderado pelo presidente do governo autónomo catalão (Generalitat), o socialista José Montilla.
11 de Julho de 2010 às 00:30
Os históricos Maragall e Pujol ao lado do presidente da Generalitat
Os históricos Maragall e Pujol ao lado do presidente da Generalitat FOTO: Marta Perez/EPA

Um dia depois de o Tribunal Constitucional ter determinado que é "inconstitucional e nulo" o artigo do Estatuto da Catalunha que faz equivaler a língua catalã à castelhana, representantes de milhares de organizações catalãs, incluindo partidos e associações cívicas, bem como cidadãos comuns, encheram as ruas da capital, liderados por uma enorme bandeira vermelha e amarela. No desfile participaram, por exemplo, representantes de partidos políticos, de universidades e do actual campeão de futebol, FC de Barcelona. Lá estiveram também, além de Montilla, o líder do Parlamento catalão, Ernest Benach, e os ex-presidentes catalães Jordi Pujol e Pasqual Maragall.

Recorde-se que, além da questão da língua, o Tribunal Constitucional colocou várias objecções ao Estatuto da Catalunha, por exemplo quanto à gestão dos impostos.

Reagindo à deliberação judicial, Montilla afirmou que "a sentença não resolve o problema catalão, mas cria outro".

Ver comentários