Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Catalunha vai voltar a propor referendo

Milhares de pessoas saíram à rua no Dia Nacional para exigir independência.
Ricardo Ramos 12 de Setembro de 2016 às 01:45
Milhares de pessoas participaram nas celebrações do Dia Nacional catalão
Milhares de pessoas participaram nas celebrações do Dia Nacional catalão FOTO: Reuters
No dia em que milhares de catalães voltaram a sair à rua para exigir a independência, o presidente do governo autonómico, Carles Puigdemont, anunciou que vai apresentar ainda este mês a Madrid uma nova proposta para a realização de um referendo independentista, já várias vezes rejeitado pelo governo.

Puigdemont, que se encontrou com jornalistas estrangeiros em Barcelona horas antes de participar nas celebrações da Diada, o Dia Nacional da Catalunha, frisou que o governo da Catalunha vai tentar, pela última vez, uma "solução pactada" com o executivo de Madrid para a realização de um referendo sobre a independência da região. A proposta vai ser formalizada no próximo dia 28, o dia em que o governo regional será submetido a um voto de confiança no Parlamento Regional, que tem aprovação garantida depois de removidas as objeções da CUP, o pequeno partido independentista radical que sustenta a coligação Juntos Pelo Sim no hemiciclo.

Questionado sobre onde espera estar na Diada do próximo ano, Puigdemont mostrou-se otimista, afirmando que tenciona "estar em funções" como chefe do governo após as "eleições constituintes" que pretende convocar quando o parlamento der por concluídos os trabalhos de "desconexão" com Espanha, "em finais de julho de 2017".
Catalunha Espanha referendo manifestação Dia Nacional
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)