Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Catorze mortos em explosão num café de Marrocos

Catorze pessoas morreram esta quinta-feira numa explosão num café em Marraquexe, uma cidade de Marrocos,avança o jornal espanhol 'El País'. A ocorrência terá tido "origem criminosa", referiram fontes médicas e responsáveis oficiais citados pela agência France Presse.
28 de Abril de 2011 às 17:51
Explosão ocorreu num café em Marraquexe, cidade do sudoeste de Marrocos
Explosão ocorreu num café em Marraquexe, cidade do sudoeste de Marrocos FOTO: Rafael Marchante / Reuters

A agência oficial de notícias marroquina MAP informou que o café em causa, o Argana, situa-se na famosa praça daquela cidade, a Jemaa El Fna, e é habitualmente frequentado por turistas.

"Entre as vítimas encontram-se pessoas de diferentes nacionalidades e os primeiros indícios apontam para um acto criminoso", precisaram as mesmas  fontes. 

De acordo com uma testemunha que se encontrava perto do café Argana, "um indivíduo entrou no café. Ele pediu um sumo de laranja e alguns  minutos mais tarde fez-se explodir”.    

No entanto, segundo uma outra testemunha, citada por várias rádios marroquinas,  o autor do atentado terá deixado uma mala e abandonado imediatamente o café. 

Pedro Costa Ferreira, um português que se encontrava perto do café, afirma que a explosão "deverá ter acontecido no terraço".

"Estava muito próximo, a cerca de cem metros do local onde aconteceu, e portanto presenciei os primeiros momentos após a explosão, onde era possível perceber alguns mortos no terraço do restaurante e alguns feridos que estavam a ser evacuados", explicou Pedro Costa Ferreira.

Este foi o ataque deste tipo mais mortífero em Marrocos desde os atentados  de Casablanca, realizados por radicais islâmicos, a 16 de Maio de 2003,  que causaram 45 mortos, incluindo os 12 terroristas suicidas.  

O rei Mohammed VI de Marrocos já ordenou um inquérito rápido e transparente  ao atentado e exigiu que o público seja informado das suas conclusões, segundo  um comunicado do gabinete real.  

Marraquexe Marrocos explosão Jemaa El Fna atentado turistas
Ver comentários