Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Células em spray tratam queimaduras

Uma nova técnica de tratamento de queimaduras está já a ser testada por médicos especialistas e permite, através de um sistema de spray, conseguir resultados mais rápidos e efectivos sobre os pacientes.
6 de Setembro de 2005 às 17:12
Uma equipa do Hospital Queen Victoria, em Wes Sussex, na Inglaterra, já usou esta nova técnica com sucesso em vários pacientes, incluindo um homem com 90 por cento de queimaduras no corpo.
A técnica, originalmente desenvolvida em Perth, na Austrália, foi testada pela primeira vez pela equipa médica do Queen Victoria, que acredita que este novo método de tratamento de queimaduras consegue ser mais rápido e eficaz que os habituais.
Os métodos correntes de tratamento de queimaduras consistem em retirar partes de pele de áreas não queimadas do paciente, para serem expandidas e recolocadas sobre as áreas afectadas. A técnica permite recuperar grandes áreas queimadas do corpo, mas o processo de recuperação é lento e nem sempre efectivo.
A nova técnica utiliza amostras de tecido saudável, tal como a prática tradicional, mas mistura-o numa solução que é borrifada na queimadura do paciente. O novo tratamento pode cobrir áreas maiores, de forma mais rápida e com menos cicatrizes.
A equipa médica do Queen Victoria espera agora conseguir provar o valor da nova técnica, de forma a justificar os elevados custos que a sua aplicação acarreta. O mais recente estudo sobre este sistema de tratamento em spray tenta agora comprovar se as células utilizadas no tratamento vão funcionar normalmente como parte da pele renovada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)