Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

CÉREBROS EXTRAÍDOS ILEGALMENTE

Durante 30 anos, milhares de cérebros humanos foram extraídos de cadáveres conservados para estudos científicos, sem autorização dos familiares, no Reino Unido. A notícia foi avançada pelo jornal “The Times”, com base nos resultados de uma investigação levada a cabo pelo governo britânico.
12 de Maio de 2003 às 00:00
Entre 1970 e 1999, vários médicos terão fornecido aos investigadores milhares de cérebros de doentes mentais ou com depressões, para a realização de experiências sem qualquer consentimento das famílias. Uma Comissão liderada pelo Ministro da Saúde britânico, Alan Milburn, descobriu que cerca de 24 mil cérebros foram extraídos sem autorização e fazem agora parte das ‘colecções’ dos hospitais e faculdades de medicina do Reino Unido, estando muitos deles armazenados em sótãos ou caves.
Refira-se que a prática de retirar órgãos sem consentimento não pode ser punida no Reino Unido, porque a legislação não o proíbe de forma expressa. Por tal, as autoridades estão agora a preparar uma alteração à lei.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)