Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

CHEFE DA POLÍCIA DE BALI GARANTE SEGURANÇA A ESTRANGEIROS

Na sequência dos ataques bombistas de Bali, na Indonésia, que a 12 de Outubro passado, causaram a morte a quase 200 pessoas, o responsável da Polícia local, o inspector-geral Budi Setiawan, garantiu ontem, em Lisboa, que os visitantes portugueses e de todo o mundo não correm qualquer perigo naquela ilha, uma vez que foram tomadas todas as medidas de segurança adequadas para evitar novos atentados terroristas.
25 de Janeiro de 2003 às 00:00
Em conferência de Imprensa,na FIL, no Parque das Nações, o inspector Setiawan, acompanhado de Arif Havas Oegroseno, conselheiro da embaixada da República da Indonésia em Lisboa, revelou as medidas concretas que foram implementadas e que passam, acima de tudo, por um reforço do policiamento na ilha de Bali, onde cinco mil efectivos, alguns dos quais à paisana, garantem a segurança, patrulhando os principais locais turísticos. Entre o contingente policial envolvido na prevenção de novas acções terroristas, que inclui ainda várias brigadas anti-bomba, destaque para o facto de cada hotel passar a dispor, permanentemente, de dois agentes à paisana, que controlam não apenas cada unidade hoteleira, mas igualmente as áreas circundantes. Além disso, todas as entradas em Bali, que dispõe de um aeroporto e de três portos, estão a ser vigiadas, assegurando que a entrada de visitantes não constituirá qualquer perigo.

“Queremos mostrar ao mundo que Bali está novamente segura. A situação voltou à normalidade”, garantiu Setiawan.

De resto, e como forma de exemplificação das condições de segurança actualmente garantidas na ilha aos turistas , o chefe da Polícia de Bali salientou a realização de duas competições desportivas – uma maratona e um torneio de golfe – já no próximo mês de Fevereiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)