Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Chefe do governo de Hong Kong abdica

O primeiro líder pós-colonial em Hong Kong, Tung Chee-hwa, apresentou a demissão de chefe do governo da agora região especial administrativa chinesa, cargo que ocupava desde 1997. O próprio alegou razões de saúde para a renúncia, mas um incidente em Dezembro despoletou suspeitas de que a sua saída tenha sido forçada por Pequim.
10 de Março de 2005 às 14:22
"Caros concidadãos e amigos, há uma hora entreguei o meu pedido de demissão ao governo central" em Pequim, anunciou Tung Chee-hwa, hoje, colocando um ponto final a um longo - e politicamente incómodo - silêncio sobre o seu futuro.
O destino de Tung parece ter ficado traçado em Dezembro último, quando o presidente chinês, Hu Jintao, o criticou publicamente (o que é raro) pelo seu alegado fraco desempenho no cargo que lhe estava confiado. Tung alimentou a polémica com o seu prolongado silêncio, mas hoje garantiu que abandonava o governo da região especial administrativa, exclusivamente, por razões de saúde.
De acordo com fontes locais, o pedido de demissão de Tung já terá sido aceite pelo governo central chinês, que irá nomear em sua substituição o até agora Secretário Chefe, Donald Tsang, para concluir o mandato, que termina em 2007.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)