Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

China aprova novo medicamento para Alzheimer à base de algas

Há 17 anos que não existia um remédio com potencial para tratar o distúrbio cognitivo.
Correio da Manhã 4 de Novembro de 2019 às 19:30
Alzheimer
Alzheimer
Alzheimer
Alzheimer
Alzheimer
Alzheimer
As autoridades chinesas aprovaram um novo medicamento - após 17 anos sem desenvolvimentos - para o tratamento da doença de Alzheimer. 

Chama-se Oligomannate e é um medicamento à base de algas indicado para os doentes que sofrem com o distúrbio cognitivo de forma leve a moderada. 

Segundo um comunicado da agência de segurança de medicamentos da China, a aprovação é condicional, ou seja, embora possa ser colocada à venda durante os ensaios clínicos que ainda decorrem, esta utilização será rigorosamente monitorada e poderá ser retirada caso surjam problemas de segurança.

Em setembro, a equipa que está a desenvolver este novo medicamento, liderada por Geng Meiyu no Instituto de Matéria Médica de Xangai da Academia Chinesa de Ciências, disse que estava focada nas algas devido à incidência relativamente baixa de Alzheimer em pessoas que as consomem regularmente. 

Num artigo da revista científica Cell Research, a equipa de Geng descreveu como o açúcar contido nas algas marinhas suprime certas bactérias contidas no intestino que podem eventualmente causar degeneração neural e inflamação no cérebro, levando, como consequência, à doença de Alzheimer.

Num ensaio que envolveu 818 pacientes, o estudo descobriu que o oligomannato - derivado de algas castanhas - pode melhorar estatisticamente a função cognitiva em pessoas com Alzheimer num prazo de menos de quatro semanas. 

Green Valley, a empresa farmacêutica de Xangai que lançará o novo medicamento no mercado, disse que o Oligomannate estará disponível na China "muito em breve" e está atualmente à procura de aprovação para comercializá-lo no exterior, com planos de lançar ensaios clínicos nos EUA e Europa no início de 2020.

China Alzheimer Geng Meiyu Oligomannate saúde tratamentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)