Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

China condena a dois anos de prisão homem infetado com Covid-19 que infringiu quarentena

Guo é acusado de "obstruir os esforços de prevenção e controlo de doenças infecciosas".
Lusa 2 de Setembro de 2020 às 12:05
Prisão xxx
Prisão xxx FOTO: CMTV
A China condenou um homem diagnosticado com covid-19 a dois anos de prisão por ter escapado à quarentena, após ter regressado de Wuhan, a cidade onde o novo coronavírus foi detetado pela primeira vez.

O Tribunal do distrito de Jingyang, na província de Sichuan, sudoeste da China, considerou o homem, de sobrenome Guo, culpado de "obstruir os esforços de prevenção e controlo de doenças infecciosas", condenando-o a dois anos de prisão, revelou a própria instância jurídica, em comunicado.

Guo voltou à sua terra natal depois de ter estado a trabalhar em Wuhan, até ao dia 22 de janeiro, na véspera de a cidade ter sido colocada sob quarentena, com entradas e saídas interditas.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)