Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

China condena a prisão jornalista que reportou primeiro surto de Covid-19 em Wuhan

Zhang Zhan viajou para a cidade em fevereiro passado mas desapareceu em maio, sendo mais tarde revelado que foi detida pela polícia em Xangai.
Lusa 28 de Dezembro de 2020 às 08:05
A carregar o vídeo ...
China condena a prisão jornalista que reportou primeiro surto de Covid-19 em Wuhan
Uma jornalista chinesa independente que noticiou o surto inicial do novo coronavírus em Wuhan, no centro da China, foi esta segunda-feira condenada a quatro anos de prisão por um tribunal de Xangai, segundo um jornal de Hong Kong.

Zhang Zhan viajou para Wuhan, em fevereiro passado, para reportar sobre o surto da covid-19 e a subsequente campanha de prevenção contra a doença e tratamento dos pacientes, mas desapareceu, em maio, sendo mais tarde revelado que foi detida pela polícia em Xangai, no leste da China.

Zhang Zhan foi condenada por "causar distúrbios" e "procurar problemas", uma acusação frequente contra jornalistas e ativistas dos Direitos Humanos na China, segundo o jornal Apple Daily, que citou um dos advogados.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Wuhan China Covid-19 Xangai Xangai Hong Kong Zhang Zhan crime lei e justiça questões sociais
Ver comentários