Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

China: Piratas acedem a documentos secretos

Um grupo de piratas informáticos pertencentes a uma rede de espionagem sediada na China consegiu ter acesso a documentos secretos do Ministério da Defesa indiano e à correspondência do Dalai Lama.
6 de Abril de 2010 às 18:37
Dalai Lama
Dalai Lama FOTO: d.r.

Os culpados entraram nos servidores de dezenas de governos e organizações,  apoderando-se, quer de documentos secretos sobre o sistema de mísseis da Índia, quer de pedidos de vistos, nomeadamente de canadianos, de acordo um relatório elaborado por investigadores americanos e canadianos, divulgado esta terça-feira no Canadá.

De acordo com este documento, a rede de espionagem informática em grande escala é controlada por computadores situados quase exclusivamente na China, embora não seja possível concluir se Pequim está directamente envolvido.  

Cerca de 1500 e-mails enviados do gabinete do Dalai Lama entre Janeiro e Novembro de 2009 também teriam sido roubados, conclui o mesmo relatório.

 

O grupo de inevstigadores já havia revelado há um ano atrás uma outra vaga de  espionagem informática, denominada 'rede fantasma', também com origem  na China, que entrou nos computadores de autoridades governamentais e particulares  em 103 países.

 

A primeira investigação conduziu-os à pista desta segunda rede de espionagem, que parece estar sediada na província de Sichuan, alvo do relatório intitulado  ‘Sombras nas Nuvens’.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)