Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

China reforça supervisão de doenças respiratórias

Dois homens de 87 e 27 anos morreram durante o mês de Março com gripe das aves, em Xangai, na China.
1 de Abril de 2013 às 17:27

O serviço de saúde de Xangai decidiu reforçar a vigilância sobre doenças respiratórias, depois de duas pessoas terem morrido com uma nova estirpe do vírus da gripe das aves (H7N9), segundo avançou hoje a imprensa chinesa.

A comissão de saúde e planeamento familiar da China confirmou no Sábado, a morte de dois homens de 87 e 27 anos, devido à infeção com o vírus H7N9, que nunca antes tinha sido transmitido aos seres humanos, e ordenou aos hospitais o reforço da supervisão dos casos de doenças respiratórias.

A China é considerada um dos países de maior risco de gripe aviária, visto ter a maior população de aves do mundo e devido à proximidade com que as pessoas das áreas rurais convivem com galinhas.

 

China gripe das aves morte gripe aviária aves saúde Xangai vírus doenças respiratórias hospitais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)