Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Choque de Ferry contra molhe nas Canárias faz 13 feridos

Vídeo mostra o momento do embate do navio, que levava 140 passageiros
Lusa 23 de Abril de 2017 às 12:43
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
Ferry com 140 passageiros chocou contra molhe das Canárias, em Espanha
As autoridades espanholas anunciaram estes sábado que 13 passageiros a bordo de um 'ferry' ficaram feridos na sexta-feira, quando o barco embateu num pontão num porto das ilhas Canárias. O momento ficou registado num vídeo que mostra o navio a navegar contra o pontão, sem que se note qualquer manobra de tentativa de desvio.

Além dos passageiros feridos, o acidente do barco provocou um "derrame importante" de combustível, referiu o Governo das Canárias.

Manolo Vidal, porta-voz da Naviera Armas, empresa proprietária do 'ferry' Volcán de Tamasite, afirmou que "uma perda de eletricidade" repentina causou o acidente, quando o barco estava a deixar Puerta de la Luz, na ilha da Grande Canária, na sexta-feira.

Os serviços de emergência afirmaram que cinco dos feridos precisaram de ser assistidos no hospital.

A empresa afirmou que o 'ferry' - que fazia a rota Las Palmas de Grande Canária - Santa Cruz de Tenerife - conseguiu ancorar depois do acidente e que os passageiros foram transferidos para hotéis.

Em relação ao derrame de combustível, este está a escassos quilómetros da principal empresa dessalinadora que abastece de água potável a capital.

"O embate contra o pontão Nelson Mandela ocasionou a rotura de tubagens e um derrame para o mar, que obrigou a interrupção da atividade da dessalinadora", precisou o 112 das Canárias no Twitter.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)