Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Cientista da NASA de 38 anos morre a fazer salto de base jump

Angelo Grubisic estava na Arábia Saudita a testar um novo fato desportivo.
Correio da Manhã 23 de Agosto de 2019 às 09:46
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic
Angelo Grubisic, um cientista da NASA britânico, morreu ao realizar um salto em base jump na Arábia Saudita. A informação foi confirmada pela família do investigador.

O também professor universitário, de 38 anos, estava a experimentar um novo traje planador, que alegadamente seria mais seguro para futuras competições, quando perdeu a vida.

Os familiares de Angelo garantiram à BBC que o cientista morreu a fazer uma das coisas que mais adorava. "Queremos assegurar-nos que as suas vitórias e ambições sejam conhecidas em todo o mundo e que sejam celebradas durante o resto das nossas vidas", afirmaram os familiares da vítima.

A Universidade de Southampton, onde trabalhava, recordou o seu trabalho "notável" enquanto especialista em design e desenvolvimento de sistemas avançados de propulsão para naves espaciais.

Angelo tinha sido coroado em julho deste ano campeão britânico de wingsuit flying (uma modalidade que combina paraquedismo com voo livre), tendo sido protagonista de centenas de provas.

Esta modalidade consiste no lançamento do corpo, vestido com um traje de planador, semelhante ao corpo de um esquilo voador. Dessa forma, o atleta percorre longos trajetos até aterrar utilixando um paraquedas).
NASA Angelo Grubisic Arábia Saudita interesse humano ciência e tecnologia questões sociais morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)