Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Cimeira da indefinição

Apesar de estar ainda muito longe daquilo que se pretende, 150 líderes mundiais preparam-se para aprovar, durante a cimeira das Nações Unidas (ONU) que se inicia esta quarta-feira em Nova Iorque, um documento sobre a segurança mundial, direitos humanos, pobreza extrema e a gestão da ONU.
13 de Setembro de 2005 às 12:30
As negociações, entre os embaixadores na ONU, decorrem desde ontem de forma bastante intensa com o objectivo de serem alcançados o maior número de consensos entre a grande maioria dos países, antes da chegada dos chefes de estado e de governos mundiais.
As nações desenvolvidas pretendem mais e melhores relações comerciais enquanto que os EUA e a Europa esperam um aumento dos direitos humanos a nível mundial, bem como uma reforma profunda na gestão das Nações Unidas, recentemente acusada de desvio de fundos e má gestão nos apoios. Washington quer que as estruturas de gestão da ONU passem a reportar apenas ao secretariado das Nações Unidas sem passar pela Assembleia Geral. Esta proposta vai fazer com que o actual secretário-geral Kofi Annan e os seus sucessores venham a ter mais poderes para traçar prioridades nos gastos e nos mandatos.
Os outros pontos quentes da agenda desta cimeira mundial são: o contra-terrorismo, um novo gabinete para ajudar os países a saírem dos conflitos, um novo Conselho dos Direitos Humanos, um novo tratado de desarmamento e não-proliferação de armas, ajuda internacional, comércio e desenvolvimento económico e por fim a responsabilidade dos governos para proteger civis vítimas de genocídio e crimes étnicos.
SAMPAIO CHEGA HOJE
O Presidente da República, Jorge Sampaio, chega hoje a Nova Iorque para participar na cimeira mundial da ONU. Na cimeira mundial das Nações Unidas, Jorge Sampaio fará uma intervenção sobre desenvolvimento, questões de segurança, paz e direitos humanos.
Além de Jorge Sampaio, a lista de participantes nesta conferência inclui o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, o primeiro-ministro espanhol, José Luiz Zapatero, o presidente da Nigéria, Olusegun Obasanjo, e o rei Abdullah da Jordânia.
Em Nova Iorque, Jorge Sampaio manterá diversos contactos bilaterais, estando programados, entre outros, encontros com o presidente sul-africano, Thabo Mbeki, e com dirigentes dos diversos países africanos de língua oficial portuguesa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)