Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Cinco suspeitos

A Polícia britânica já identificou cinco potenciais suspeitos da morte de cinco prostitutas de Ipswich e lançou uma operação de ‘caça ao homem’ para tentar localizá-los, ao mesmo tempo que pediu a colaboração do público para ajudar a reconstruir os últimos passos de uma das vítimas.
17 de Dezembro de 2006 às 00:00
Polícia divulgou fotos da última viagem de uma das vítimas, Anneli Alderton
Polícia divulgou fotos da última viagem de uma das vítimas, Anneli Alderton FOTO: Reuters
De acordo com o ‘Daily Mirror’, os detectives conseguiram reduzir a cinco nomes uma lista com cerca de 100 suspeitos e estão a tentar localizá-los por todos os meios, incluindo a ajuda de sistemas de identificação de matrículas colocados em pontos estratégicos de Ipswich para tentar localizar os seus automóveis. Ainda segundo o jornal, os cinco suspeitos são todos clientes habituais das vítimas ou agressores sexuais conhecidos das autoridades.
Um dos responsáveis pela investigação, o superintendente Stewart Gull, confirmou que a Polícia quer falar com “várias pessoas de interesse” e mostrou-se confiante no progresso das investigações. “Estamos a fazer bons progressos e a perseguir várias linhas de inquérito interessantes”, afirmou.
O mesmo responsável apelou ainda à calma, pedindo às mulheres para não entrarem em pânico, uma vez que não existe qualquer indício de que o assassino tenha outros alvos que não as prostitutas.
GRÁVIDA
As autoridades divulgaram, entretanto, as últimas imagens conhecidas de uma das vítimas, Anneli Alderton, numa tentativa de avivar a memória das pessoas que possam ter-se cruzado com ela no último dia em que foi vista com vida, no dia 3. As imagens mostram Anneli – que estava grávida de três meses – a bordo do comboio que faz a ligação entre as estações de Harwich e Colchester. A Polícia pretende a ajuda do público para reconstituir os seus últimos passos.
SOLTAS
350 AGENTES
As investigações envolvem mais de 350 polícias de 30 corporações diferentes. As autoridades já receberam mais de oito mil telefonemas com informações e estão a passar a pente fino dez mil horas de imagens captadas por câmaras de segurança.
BMW SUSPEITO
A Polícia já falou com o condutor de um BMW azul no qual Anneli Alderton terá sido vista a entrar no dia em que morreu. O condutor não foi detido, mas as autoridades dizem que pretendem voltar a interrogá-lo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)