Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Cinzas vulcânicas encerram espaço aéreo irlandês

Vários aeroportos da Irlanda foram encerrados devido à aproximação de uma nuvem de cinzas vulcânicas. No entanto, de acordo com o Instituto de Meteorologia, as cinzas não devem chegar até ao nosso País.
4 de Maio de 2010 às 09:42
Desde 14 de Abril que vulcão de Eyjafjallajokull se encontra em erupção
Desde 14 de Abril que vulcão de Eyjafjallajokull se encontra em erupção FOTO: d.r.

"Até à 1h00, não se prevê que qualquer tipo de cinzas entre na nossa Região de Informação de Voo (FIR)", afirmou o meteorologista Luís Serrano, fundamentando a informação no mais recente modelo numérico recebido pelo instituto na madrugada desta terça-feira.  

Desde as 7h00 que os voos de e para a Irlanda estão cancelados, devido  à aproximação de uma nuvem de cinzas vulcânicas, emanadas pelo vulcão islandês Eyjafjöll.  

A pluma de cinzas está a afectar os aeroportos de Dublin, Shannon, Galway, Sligo, Ireland West, Donegal, Cork e Kerry, enquanto que na Escócia o espaço aéreo foi igualmente encerrado, nomeadamente as operações a partir de Stornoway, Tiree, Barra e Benbecula, de acordo com as informações divulgadas pela BBC.  

Pelo menos 14 voos dos aeroportos de Faro e Porto foram já cancelados devido ao encerramento do espaço aéreo irlandês.  

Desde 14 de Abril que o vulcão localizado no glaciar de Eyjafjallajokull, no sul da Islândia, se encontra em erupção, lançando para a atmosfera uma  nuvem de cinzas de grandes dimensões.  

Como consequência da emissão da pluma de cinzas, o espaço aéreo de vários países europeus esteve encerrado vários dias, provocando um caos sem precedentes na história da aviação civil e originando perdas financeiras inéditas para as companhias aéreas.  

Ver comentários