Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Cólera faz 861 mortos

A cólera continua a ceifar cada vez mais vidas em Angola mas o governo, que persiste em não pedir ajuda internacional, vai hoje ao Parlamento esclarecer os deputados sobre as medidas que estão a ser tomadas para combater a epidemia que já causou 861 mortos em 18083 casos.
25 de Abril de 2006 às 00:00
A cólera faz mais vítimas
A cólera faz mais vítimas FOTO: d.r.
A sessão de perguntas ao governo é uma iniciativa da bancada parlamentar da Unita, o maior partido da oposição em Angola.
A epidemia de cólera, que começou em 13 de Fevereiro na capital de Angola, Luanda, já alastrou a sete das 18 províncias do país. Depois de ter atingido Luanda, a doença alastrou às províncias de Benguela, Bengo e Cuanza Norte, tendo posteriormente atingido também as províncias de Malange, Huambo e Namibe.
Em declarações prestadas ontem ao CM, o coordenador do Centro de Processamento dos Dados sobre a Cólera, Eusébio Manuel, adiantou que a doença já provocou 861 mortos, num total de 18083 casos nas sete províncias atingidas. Luanda continua a ser a mais afectada com 8703 casos e 145 óbitos, Benguela com 5086 casos e 389 mortos, depois Bengo com 1552 casos e 61 vítimas mortais.
Na província de Cuanza Norte foram registados 1906 casos e 136 mortos; Malange 825 casos e 126 mortos; Huambo 10 casos e mortos e Namibe, a última a ser atingida, registou um caso mortal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)