Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Comboio atinge carro patrulha com a mulher detida no banco de trás

Polícia que estacionou o veículo nos carris foi suspenso enquanto as autoridades investigam o acidente.
Correio da Manhã 26 de Setembro de 2022 às 10:58
Comboio atinge carro patrulha com a mulher detida no banco de trás
Comboio atinge carro patrulha com a mulher detida no banco de trás FOTO: Direitos Reservados / Youtube
Uma mulher de 20 anos foi atropelada por um comboio dentro de um carro de patrulha, após ser detida perto do local, em Denver, no Colorado, EUA. O polícia que estacionou o veículo nos carris foi suspenso enquanto as autoridades investigam o acidente.

Yareni Rios-Gonzalez foi detida por um agente da polícia norte-americana por suspeita de crime. De seguida, o homem colocou a mulher no banco de trás do carro e foi previstar o veículo da suspeita que estava estacionado a poucos metros dos carris, relata a NBC News. Nesse momento, um comboio que viajava para norte atingiu o carro patrulha, deixando a mulher em estado grave.

Num vídeo do acidente divulgado online, pode ver-se um agente a gritar para o outro: "Muda o carro!". Antes do outro polícia olhar para o carro, vira-se para olhar para o comboio, e depois sai dos carris mesmo antes do comboio esmagar o carro da polícia.

A mulher ficou com nove costelas partidas, fraturou o fracturado, partiu o braço e teve vários ferimentos na cabeça, costas e pernas. Embora os ferimentos sejam graves, um relatório médico revelou que era expectável que sobrevivesse.

"Ela estava a tentar sair freneticamente", disse o advogado de Yareni Rios-Gonzalez à 9NEWS, numa entrevista. "Claro, as portas estavam trancadas", acrescentou.

De acordo com Paul Wilkinson, "ela está definitivamente chateada com o que aconteceu e não compreende porque é que foi deixada no carro".

"A Cidade de Platteville continua a trabalhar em cooperação com o CBI e o CSP durante a investigação deste incidente", partilharam as autoridadem norte-americanas com a FOX 31.




EUA Colorado transportes questões sociais
Ver comentários