Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Condutor de limpa-neves que chocou com avião do líder da Total estava embriagado

Além do líder da Total, morreram três membros da tripulação
Lusa 21 de Outubro de 2014 às 09:07
Na imagem, o CEO do grupo petrolífero francês Total
Na imagem, o CEO do grupo petrolífero francês Total FOTO: Gonzalo Fuentes/Reuters

O condutor do limpa-neves que colidiu com o avião privado do grupo petrolífero francês Total no aeroporto moscovita de Vnoukouvo estava embriagado, anunciou hoje a comissão de inquérito russa.

Entre os cenários possíveis que causaram a morte de Christophe de Margerie e de três membros da tripulação na noite de segunda-feira figuram "um erro dos controladores aéreos e os atos do condutor do limpa-neves", indicou o comité em comunicado.

"Foi apurado que o condutor do limpa-neves estava em estado de embriaguez", precisou. Os investigadores invocam igualmente a possibilidade de o acidente ter ocorrido devido "as más condições meteorológicas ou a um erro de pilotagem".

Mais de 150 socorristas e 39 veículos especiais foram mobilizados para limpar o local do acidente, segundo o Ministério das Situações de Emergência russo.

condutor embriagado líder Total
Ver comentários