Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Confrontos na Grécia durante marcha anti-austeridade

A polícia de intervenção e manifestantes envolveram-se esta tarde em confrontos em Salónica (norte da Grécia) no decurso de uma marcha anti-austeridade, com as forças da ordem a dispararem granadas de gás lacrimogéneo para dispersar milhares de manifestantes.
10 de Setembro de 2011 às 18:27
Cerca de cinco mil polícias foram enviados para a cidade portuária do norte
Cerca de cinco mil polícias foram enviados para a cidade portuária do norte FOTO: EPA

Não foram anunciadas no imediato detenções ou feridos durante os distúrbios na segunda maior cidade da Grécia, que também juntou taxistas, que prosseguem os protestos contra a liberalização da sua actividade.   

Cerca de cinco mil polícias foram enviados para a cidade portuária do norte, devido aos receios de repetição dos confrontos que têm assinalado muitos dos protestos que decorrem no país desde há 20 meses.   

Centrais sindicais e diversos grupos políticos e de cidadãos convocaram manifestações por todo o país, no dia em que se aguarda o discurso do primeiro-ministro George Papandreou sobre a situação económica.  

Foram convocadas pelo menos sete protestos separados, que registaram a adesão das duas principais centrais sindicais, de associações de estudantes, grupos anarquistas, taxistas, e mesmo o apoio da claque do clube de futebol Iraklis.   

O governo do Partido Socialista Pan-Helénico (PASOK) tem vindo a impor rigorosas medidas de austeridade -- desde cortes nas pensões e salários e o aumento dos impostos e da idade da reforma -- para garantir os empréstimos internacionais da União Europeia e FMI, avaliados actualmente em 219 mil milhões de euros.   

grécia salónica austeridade troika confrontos protesto manif
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)