Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Confrontos políticos matam em Moçambique

Pelo menos cinco pessoas morreram e outras 16 sofreram ferimentos na sequência de confrontos entre apoiantes da Frelimo, partido do governo moçambicano, e membros do principal partido da oposição, Renamo, ocorridos numa altura em que decorrem as disputadas eleições municipais no país.
6 de Setembro de 2005 às 16:04
Os confrontos, ocorridos em Mocimboa de Praia, começaram no domingo e prolongaram-se até segunda-feira e foram despoletados por contestações aos resultados eleitorais municipais que deram a vitória à Frelimo em Maio último, segundo a rádio local.
Segundo aquela estação, os apoiantes da Renamo , que acusam a Frelimo de ter forjado os resultados do escrutínio municipal, instalaram um governo local paralelo na região, esta domingo.
Durante os confrontos foram incendiadas habitações de líderes políticos locais. Estes confrontos foram já considerados os piores levantamentos populares entre as duas facções desde que a Renamo assinou um acordo de paz que pôs termo à guerra civil em Moçambique em 1992.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)