Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Conselho de Segurança da ONU condena assassínio de jornalista palestiniana em declaração unânime

Declaração exige ainda "um inquérito imediato, aprofundado, transparente e imparcial" sobre o homicídio.
Lusa 14 de Maio de 2022 às 07:07
Shireen Abu Akleh
Shireen Abu Akleh FOTO: EPA
O Conselho de Segurança da ONU "condenou firmemente o assassínio" na quarta-feira da jornalista palestiniana Shireen Abu Akleh, na Cisjordânia, disseram diplomatas.

Iniciada pelos Estados Unidos, a declaração do Conselho de Segurança foi aprovada por unanimidade na sexta-feira e refere também um outro jornalista, que ficou ferido em Jenin, no mesmo incidente, acrescentaram as mesmas fontes, citadas pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A declaração exige ainda "um inquérito imediato, aprofundado, transparente e imparcial" sobre o homicídio.

Ver comentários