Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Coreia do Norte lança o mais alto míssil balístico intercontinental

Teste pousou no Mar do Japão. EUA afirmam que "vão tomar conta do assunto".
28 de Novembro de 2017 às 18:39
Lançamento de míssil
Agência de notícias da Coreia do Norte divulga imagens do míssil que sobrevoou o Japão
Agência de notícias da Coreia do Norte divulga imagens do míssil que sobrevoou o Japão
Agência de notícias da Coreia do Norte divulga imagens do míssil que sobrevoou o Japão
Lançamento de míssil
Agência de notícias da Coreia do Norte divulga imagens do míssil que sobrevoou o Japão
Agência de notícias da Coreia do Norte divulga imagens do míssil que sobrevoou o Japão
Agência de notícias da Coreia do Norte divulga imagens do míssil que sobrevoou o Japão
Lançamento de míssil
Agência de notícias da Coreia do Norte divulga imagens do míssil que sobrevoou o Japão
Agência de notícias da Coreia do Norte divulga imagens do míssil que sobrevoou o Japão
Agência de notícias da Coreia do Norte divulga imagens do míssil que sobrevoou o Japão

A Coreia do Norte lançou, esta terça-feira, um novo míssil balístico. A informação foi avançada pela CNBC, que cita fontes oficiais da Coreia do Sul. 

O míssil foi lançado a partir de Sain Ni, na Coreia do Norte, e voou cerca de 998 quilómetros antes de pousar no Mar do Japão. O lançamento ocorreu às 03h00, segundo avança a agência de notícias sul-coreana Yonhap.

De acordo com a BBC, este foi o mais alto míssil balístico intercontinental de sempre.

O Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (NORAD) informou que o míssil "não constitui uma ameaça para a América do Norte".

Donald Trump garantiu esta terça-feira que os Estados Unidos "vão tomar conta do assunto". N
uma conferência de imprensa a partir da Casa Branca, o presidente norte-americano não revelou mais detalhes sobre as medidas a adotar após o lançamento deste míssil balístico intercontinental norte-coreano.

Já a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, tinha informardo através da sua conta no Twitter que o presidente norte-americano, Donald Trump, foi informado sobre o lançamento "enquanto [o míssil] ainda estava no ar".


Este é o primeiro teste realizado desde setembro, quando Pyongyang lançou um míssil que sobrevoou a ilha de Hokkaido, no Japão. Desde abril, a Coreia do Norte, testou em média cerca de dois a três mísseis por mês.

Nos últimos dias, o governo japonês detetou sinais de rádio suspeitos, vindos da Coreia do Norte.

As autoridades da ilha de Guam, onde está localizada uma base dos EUA, anunciou nas redes sociais que o disparo não constitui uma ameaça.



Coreia do Norte Coreia da Sul míssil balístico
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)