Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Coreia do Norte nomeia novo ministro da Segurança

Coreia do Norte tem um novo ministro da Segurança, um homem da confiança do líder daquele país.
1 de Abril de 2013 às 08:01

A Coreia do Norte informou esta segunda-feira da nomeação de Choi Bu-il, homem de confiança de Kim Jong-un, para o cargo de ministro da Segurança, num gesto visto como reflexo da determinação do jovem líder em continuar a consolidar a sua liderança.

A designação de Choi Bu-il para os comandos do ministério encarregado dos serviços nacionais de segurança norte-coreanos teve lugar em fevereiro, contudo, só foi divulgada esta segunda-feira pelo diário estatal Rodong, habitual porta-voz do regime norte-coreano.

No final de fevereiro, fontes dos serviços de inteligência de Seul especularam sobre a nomeação de Choi Bu-il, o qual substitui no cargo o anterior ministro, o general Ri Myong-su.

"A nomeação pode formar parte dos atuais esforços de Kim [Jong-un] para consolidar o seu poder ao designar pessoas de confiança para lugares chave e ao substituir aqueles que serviram o seu pai", avaliou fonte oficial em Seul, em declarações à agência sul-coreana Yonhap.

Nascido em 1944, Choi Bu-il formou-se na prestigiada Universidade Kim Il-sung e tornou-se um oficial militar de carreira, alcançando o posto de vice-chefe do Estado-Maior do Exército Popular norte-coreano.

Choi Bu-il foi nomeado general em setembro de 2010, quando o regime introduziu formalmente o herdeiro atualmente no poder, Kim Jong-un, em substituição do seu pai, Kim Jong-il, que morreu um ano e dois meses depois.

Depois da morte do ‘querido líder’, Choi Bu-il foi designado vice-presidente de uma comissão nacional presidida por Jang Song-thaek, tio de Kim Jong-un e considerado pelos analistas como o número dois do regime de Pyongyang.

O anúncio desta segunda-feira ocorre no dia em que está prevista a realização do plenário do parlamento norte-coreano, uma reunião importante que poderá envolver decisões políticas sobre o futuro do regime.

A reunião do parlamento norte-coreano ocorre um dia depois da sessão plenária do Partido dos Trabalhadores, durante a qual Kim Jong-un confirmou a sua estratégia política assente em dois pilares: no progresso da economia e no desenvolvimento de armas nucleares.

coreia do norte kim jong-un ministro segurança
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)