Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Coreia liberta jornalistas norte-americanas

O antigo presidente dos EUA, Bill Clinton, conseguiu que o regime de Pyongyang aceitasse libertar Laura Ling e Euna Lee, duas jornalistas norte-americanas que tinham sido condenadas a 12 anos de trabalhos forçados, acusadas de ter entrado ilegalmente em território norte-coreano.
5 de Agosto de 2009 às 08:39
Coreia liberta jornalistas norte-americanas
Coreia liberta jornalistas norte-americanas FOTO: Reuters

Numa mensagem difundida pelo regime de Pyongyang é referido que Clinton “expressou as suas sinceras desculpas a King Jong-Il pelos actos hostis cometidos pelas duas jornalistas”, sublinhando-se ainda que o antigo presidente dos EUA manteve com o líder norte-coreano conversações sobre “assuntos pendentes” entre os dois países.

As famílias de Laura Ling e Euna Lee, que estiveram cinco meses detidas pelas autoridades norte-coreanas, difundiram um comunicado conjunto a expressar estarem muitos felizes com a notícia da libertação das duas jornalistas e a agradecer publicamente à administração de Barack Obama o seu empenho nesta “difícil missão”.
 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)