Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Coreia do Norte executou ministro da Defesa

Ministro terá desrespeitado Kim Jong-un em várias ocasiões.
13 de Maio de 2015 às 08:45
O ministro da Defesa da Coreia do Norte Hyon Yong-Chol foi executado a 30 de abril
O ministro da Defesa da Coreia do Norte Hyon Yong-Chol foi executado a 30 de abril FOTO: EPA

O ministro da Defesa da Coreia do Norte Hyon Yong-Chol foi executado a 30 de abril por fogo antiaéreo por deslealdade e desrespeito ao líder Kim Jong-un, revelaram esta quarta-feira os serviços secretos da Coreia do Sul.

Centenas de funcionários assistiram, segundo o Governo da Coreia do Sul, à execução de Hyon Yong-Chol conforme foi revelado por Han Ki-Beom, vice-diretor da agência de Informações de Seul, a uma comissão parlamentar e noticiado pela agência Yonhap.

Hyon Yong-Chol, nomeado para o cargo de ministro das Forças Armadas há menos de um ano, foi, aparentemente, detetado a dormir em eventos militares formais e terá desrespeitado Kim Jong-un em várias ocasiões, acrescenta a Yonhap.

A execução com baterias antiaéreas é um método destinado a altos funcionários com o regime de Pyongyang a pretender fazer desses casos exemplos para as restante hierarquia do país.

Coreia do Norte Coreia do Sul Kim Jong-un Pyongyang ministro das Forças Armadas executado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)