Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Corpo de Bin Laden pode não estar no mar

Emails revelam que governo norte-americano terá levado corpo de Osama Bin Laden para os EUA para fazer uma autópsia, apesar de dizer que jogou corpo no mar
7 de Março de 2012 às 11:40
Bin Laden foi capturado e morto a 2 de Maio de 2011
Bin Laden foi capturado e morto a 2 de Maio de 2011 FOTO: D.R.

A WikiLeaks revelou emails interceptados pela rede de hackers 'Anonymous' a uma rede de espionagem norte-americana e que mostram que o governo dos EUA não terá jogado os restos mortais de Osama Bin Laden no mar, cumprindo a tradição islâmica, após ter capturado o terrorista, como disse na altura.

Os emails, que foram publicados pelo 'Daily Mail', relatam que o líder da Al Qaeda, que morreu a 2 de Maio de 2011 na 'Operação Relâmpago', quando foi encontrado no Paquistão, terá sido trasladado para os EUA, onde foi autopsiado e depois cremado num local secreto.

As mensagens reveladas são do dia da morte de Bin Laden e, numa delas, pelas 05h00, o vice-presidente da agência de espionagem Stratfor, George Friedman, afirma: "parece que temos o corpo em nosso poder". Minutos depois, o presidente da agência, Fred Burton diz:"corpo segue rumo a Dover, no avião da CIA".

Mais tarde, Friedman confirma não ter novidades, mas diz que o corpo segue "rumo ao Instituto de Patologia das Forças Armadas em Bethesda (Maryland)". No dia seguinte, Burton envia uma outra mensagem de correio electrónico, pelas 13h00, com o título "cadáver de OBL [Osama Bin Laden] e o texto "corpo em Dover, deve estar aí agora".

 

osama bin laden EUA WikiLeaks mar corpo autopsia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)