Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

África do Sul adia vacinação com AstraZeneca devido a falta de eficácia contra nova estirpe da Covid-19

Estudo científico indicou que a vacina oferece "proteção mínima" contra casos leves e moderados da variante 501Y.V2.
Lusa 8 de Fevereiro de 2021 às 10:46
Vacinas da AstraZeneca
Vacinas da AstraZeneca FOTO: CMTV
A África do Sul adiou esta segunda-feira o início da vacinação contra a covid-19 com o fármaco AstraZeneca devido à falta de eficácia contra a variante do novo coronavírus 501Y.V2 dominante no país, anunciou o ministro da Saúde sul-africano.

Zweli Mkhize disse que a decisão de suspender temporariamente o uso da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca no programa de vacinação do Governo, foi tomada depois de um estudo científico indicar que a vacina oferece "proteção mínima" contra casos leves e moderados da variante 501Y.V2, dominante no país.

"Queremos que os nossos cientistas aconselhem primeiro o Governo o que fazer com a AstraZeneca e quando é que pode ser aplicada, não há a intenção de a devolver ao fabricante, o plano é saber dos cientistas como lidar com esta vacina para avançar com a vacinação", adiantou Zweli Mkhize aos jornalistas, por videoconferência.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
501Y.V2 África do Sul AstraZeneca Zweli Mkhize Governo política saúde
Ver comentários