Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

"Crescimento não estagnou" em Angola

José Eduardo dos Santos rejeita comparação com Portugal.
Isabel Faria 18 de Outubro de 2016 às 08:29
José Eduardo dos Santos
José Eduardo dos Santos FOTO: Siphiwe Sibeko/Reuters
O presidente angolano garantiu ontem que o crescimento económico do país não estagnou e apenas "perdeu a pujança" devido à crise.

No discurso sobre o Estado da Nação, em Luanda, José Eduardo dos Santos relativizou a situação no país, rejeitando comparações com outros países, nomeadamente Portugal, e pediu "maior eficiência" do investimento público.

Evocando o esforço para recuperar da guerra civil, lembrou que "foi preciso fazer quase tudo de novo" e frisou não ser possível "falar do país como se estivéssemos a falar de Portugal, de Cabo Verde, do Senegal ou de outro país qualquer. A história não é igual".

Na sua intervenção na Assembleia Nacional, o presidente angolano prometeu ainda lutar contra o crime económico e responsabilizou os EUA pela instabilidade em África, Ásia e Médio Oriente, pedindo uma "neutralidade mais ativa" às Nações Unidas.
Angola Luanda José Eduardo dos Santos Portugal Cabo Verde Senegal EUA África Nações Unidas política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)