Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre

Estudante britânica foi para o México para realizar um tratamento experimental de 394 mil euros.
26 de Dezembro de 2017 às 10:46
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre
Criança com tumor cerebral incurável recupera por milagre

Uma criança britânica foi diagnosticada com um cancro cerebral incurável, em abril de 2016, mas, por milagre, encontra-se a recuperar. Os pais da estudante não se conformaram com a notícia e mudaram-se para o México, onde a filha se está a submeter a um tratamento experimental que custa 394 mil euros. 

Kaleigh Lau, de sete anos, vivia com a família em Woodford Green, no Nordeste de Londres, Inglaterra, quando soube que tinha um Glioma Pontino Intrínseco Difuso e tinha apenas nove meses para viver.

De acordo com os media britânicos, a família da criança tomou a decisão de atravessar o Atlântico para Kaleigh realizar um tratamento experimental, em janeiro de 2017, depois dos médicos de Inglaterra terem dito que já não havia mais nada a fazer.

Quase um ano depois, a menina ainda está a lutar pela vida e mostra sinais de melhoras. O seu pai, Scott Lau, continua a angariar dinheiro para os quase 400 mil euros que são precisos para os medicamentos experimentais. Até agora, já conseguiu quase 250 mil euros.

"Quando fomos ao México, pela primeira vez, eu estava muito cético. Mas, como pai, tive que correr esse risco e manter a esperança", contou Scott ao jornal britânico Daily Mail. "Cerca de sete dias após o primeiro tratamento, a força da mão esquerda estava a voltar e estava a conseguir andar outra vez. Depois começou a conseguir brincar – foi verdadeiramente um milagre", acrescentou.

A família Lau publica regularmente na sua página do Facebook, chamada Kaleigh’s Trust – Our Battle with DIPG, de forma a conseguir que as pessoas ajudem e contribuam para a causa.

O pai de Kaleigh lançou uma petição no Parlamento para que existam mais apoios monetários para a pesquisa de tumores cerebrais. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)