Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Criança 'desaparecida' em balão voador encontrada em casa (COM VÍDEO)

Durante as duas horas de voo pensou-se que o balão de gás hélio, que voou sobre o estado norte-americano do Colorado, tinha ainda uma criança no seu interior. Mas não: ao fim de 64 quilómetros, o balão prateado aterrou de forma suave, vazio. Mais tarde o menino foi encontrado vivo e sem ferimentos na garagem da sua casa.
16 de Outubro de 2009 às 02:00
Falcon, o mais novo, é o filho do meio
Falcon, o mais novo, é o filho do meio FOTO: DR

Segundo o ‘The Huffington Post’, o pai de Falcon, Richard Heene, é cientista e perseguidor de tempestades. A família admirava, por isso, o risco, era interessada em questões ligadas com vidas nos outros planetas e costumava dormir com as roupas no corpo para a qualquer momento todos poderem saltar da cama e seguirem uma tempestade.

Richard, que fabricou o balão com o objetivo de monitorizar as condições meteorológicas mantinha-o preso com cordas no quintal, onde as crianças estariam a brincar. De acordo com Cathy Davis, porta-voz da polícia, o filho mais velho do casal alertou os pais para o facto de ter visto  o irmão mais novo a entrar no balão e voar para longe.

A família, acompanhada por equipas de resgate, iniciou  uma perseguição ao objecto voador na tentavia de salvar a criança.

 

Perseguiram o balão ao longo de 64 km, até que este aterrou. O filho do casal não estava no seu interior.

As equipas de salvamento começaram as buscas e, ao fim de umas horas, encontraram o menino escondido dentro de uma caixa na garagem de casa.

Tudo não passou de um susto. Uma 'partida' de crianças.

Vídeo:


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)