Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Crianças mal-comportadas têm maior tendência a seguir ideologias políticas de esquerda

Estudo conclui que má conduta na infância está diretamente ligada à rejeição da autoridade suprema.
Correio da Manhã 15 de Janeiro de 2020 às 12:09
Crianças a brincar
Crianças a brincar FOTO: Sandy Millar/ Unsplash
Um estudo publicado pela revista Psychological Science revela que as crianças mal-comportadas têm mais probabilidades de terem ideologias políticas de esquerda.

A investigação teve como amostra de estudo mais de 16 mil participantes e mostra uma ligação direta entre comportamentos desafiadores na infância e um descontentamento político na vida adulta.

"As conclusões deste estudo indicam que as crianças que apresentaram níveis mais altos de problemas comportamentais - agressões, brigas, roubo a colegas - são mais propensos a serem economicamente e políticamente desconfiadas do sistema", explicou Gary J. Lewis, da Royal Holloway, da Universidade de Londres.

Os pais dos participantes avaliaram o comportamento dos seus filhos quando estes tinham entre cinco a sete anos de idade. Os eleitos, todos com idades entre os 30 e os 33 anos, autoavaliaram os seus níveis pessoais de conservadorismo económico, cinismo político, racismo, autoritarismo e posição sobre desigualdade de género. São ainda tidos em conta a classe social dos pais e a inteligência dos inquiridos.

Os investigadores assumiram que os problemas de conduta na infância podem representar uma rejeição precoce da autoridade, e uma tendência para se identificarem com correntes políticas mais liberais.
Psychological Science questões sociais grupos populacionais crianças esquerda crianças estudo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)