Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Crise leva Victoria’s Secret a cancelar desfile de lingerie

Quebra nas vendas e desastre de audiências levou marca a acabar com espetáculo.
Rute Lourenço 2 de Agosto de 2019 às 01:30
Sara Sampaio durante desfile da Victoria's Secret
Sara Sampaio durante desfile da Victoria's Secret
Sara Sampaio durante desfile da Victoria's Secret
Sara Sampaio durante desfile da Victoria's Secret
Sara Sampaio durante desfile da Victoria's Secret
Sara Sampaio durante desfile da Victoria's Secret
Sara Sampaio durante desfile da Victoria's Secret
Sara Sampaio durante desfile da Victoria's Secret
Sara Sampaio durante desfile da Victoria's Secret
É o fim de uma era. Depois de 23 anos de desfiles, com algumas das mulheres mais sexy do Planeta a subirem à passerelle de lingerie e com asas de anjo, o show da marca Victoria’s Secret não se vai realizar este ano.

A informação foi avançada pela modelo Shanina Shaik e, apesar de ainda não ter sido confirmada oficialmente pela marca, é já certo que os ‘anjos’ vão pendurar as asas.

A decisão acontece depois de os últimos desfiles não terem reunido consenso e terem sido um desastre de audiências televisivas, o que levou ao cancelamento da emissão para este ano.

A par disso, a forte quebra nas vendas de lingerie levou os responsáveis da marca a repensarem a estratégia e também os números... É que o custo do desfile rondava, anualmente, os 10 milhões de euros, e a marca ainda gastava uma quantia idêntica na promoção do show.

Com a crise, poderão ainda ser revistos os contratos de exclusividade dos rostos da marca, que são das modelos mais bem pagas do Mundo e chegam a receber vários milhões de euros.

Agora, os famosos ‘anjos’ podem ver as carreira comprometidas.

Contrato de Sara Sampaio em risco
Foi em 2015 que Sara Sampaio assinou contrato com a Victoria’s Secret, tornando-se num dos famosos ‘anjos’ da marca. Desde então, a visibilidade da portuguesa, de 28 anos, aumentou e também a sua conta bancária, que passou a ter mais dígitos.

Por exemplo, nos últimos três anos, e de acordo com a revista ‘Forbes’, a manequim recebeu mais de um milhão de euros em cada um deles, a maioria proveniente da sua ligação com a marca norte-americana.

Dias de ouro que podem estar comprometidos, uma vez que a Victoria’s Secret está a repensar toda a sua estratégia e isso pode implicar mudanças nos rostos que a promovem.

A par disso, o cancelamento do mediático desfile – que era o grande momento anual para a marca – pode levar os responsáveis a abdicarem de algumas das suas modelos, a reduzirem os valores dos contratos ou terminarem com a exclusividade, optando por avenças pontuais.

As mudanças nos padrões de consumo podem levar a alterações substanciais na marca, que nos últimos meses já contratou uma modelo com curvas.

Mulheres ‘perfeitas’ afastam consumidores
Uma das críticas que têm sido feitas à Victoria’s Secret é o facto de escolher mulheres com corpos demasiado perfeitos em vez de silhuetas mais reais.

Os consumidores têm-se voltado para marcas concorrentes que privilegiam mulheres com curvas.

Manequins revelam sacrifícios
Foram várias as modelos que se queixaram de ser forçadas a dietas demasiado rigorosas antes dos desfiles para a marca.

Regimes apenas com sumos detox ou dietas pobres em hidratos de carbono garantiam corpos magros às manequins.
Victoria Secret Planeta Sara Sampaio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)