Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Debandada no PT de Lula

O esperado êxodo de militantes descontentes com a actuação da liderança do Partido dos Trabalhadores (PT) e, sobretudo, do presidente Lula da Silva, já começou. Em apenas dois dias, mais de 500 militantes, entre quais um senador, deixaram o PT.
27 de Setembro de 2005 às 00:00
Presidente Lula da Silva
Presidente Lula da Silva FOTO: d.r.
Em Campo Grande, bastião do PT, um grupo de 100 líderes locais e regionais saiu em bloco e vai filiar-se no Partido Comunista. Em São Paulo, um grupo de 400 militantes, quase todos com funções de destaque em centrais sindicais, anunciou a saída do PT e a filiação ao Partido Socialismo e Liberdade.
Em Brasília, o senador Cristóvão Buarque, um histórico do PT, já se desfiliou, ingressando no Partido Democrático Trabalhista. Além disso, dois deputados federais, Ivan Valente e Orlando Fantasiny, e ainda Plínio Sampaio, candidato à presidência do PT, abandonaram ontem o partido. Hélio Bicudo, jurista de renome internacional, fez o mesmo. A debandada promete continuar.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)