Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Defensor da comunidade LGBT nas Honduras morto

Europa e EUA condenam o crime.
4 de Junho de 2016 às 21:23
lgbt
lgbt FOTO: Getty Images
O defensor da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgénero) nas Honduras René Martínez, que estava dado como desaparecido desde quarta-feira, foi morto, informou este sábado o Ministério Público daquele país da América Central.

Segundo a agência de notícias espanhola EFE, a União Europeia e os Estados Unidos da América (EUA) já condenaram o crime, havendo suspeitas de que a vítima tenha sido estrangulada.

Desconhecem-se até agora as causas da morte deste defensor da comunidade LGBT, que terá saído com uma pessoa não identificada num carro e não regressou a casa.

René Martínez foi encontrado um dia após o seu desaparecimento em Choloma, uma zona pobre do norte das Honduras, mas o corpo não tinha sido reconhecido pela família até sexta-feira, de acordo com o Ministério Público hondurenho.

Martínez coordenava um centro em Chamelecón que apoiava o Governo dos EUA na luta contra a violência nas Honduras e ajudava a criar oportunidades para os jovens.
Honduras René Martínez Ministério Público América Central União Europeia EUA morte crime lgbt
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)