Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Deita filho recém-nascido para o lixo para não perder o voo

Bebé acabou por morrer no hospital.
16 de Novembro de 2016 às 20:17
O recém-nascido foi encontrado numa casa de banho do aeroporto de Viena
O recém-nascido foi encontrado numa casa de banho do aeroporto de Viena FOTO: Direitos Reservados

Uma mulher nigeriana de 27 anos foi detida depois de alegadamente ter despejado o seu filho recém-nascido num caixote do lixo numa casa de banho do aeroporto de Viena, na Áustria, por não querer perder o seu voo de ligação.

O bebé foi descoberto por uma empregada de limpeza dentro de um saco de plástico no Aeroporto Internacional de Viena, mas morreu horas depois no hospital por falta de oxigénio.

De acordo com a imprensa austríaca, a mulher viajava de Minsk, na Bielorrússia, para Washington DC, nos Estados Unidos da América.

É acusada de matar uma criança à nascença - um crime punível na Áustria até cinco anos de prisão.

Aeroporto Internacional de Viena Áustria morte recém-nascido bebé
Ver comentários