Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Dengue na cidade onde o Papa vai ficar

O Vaticano e as autoridades brasileiras envolvidas na visita do Papa ao Brasil, onde chegará quarta-feira, têm, além de todos os outros, um novo e grave motivo de preocupação.
6 de Maio de 2007 às 00:00
Bento XVI (na foto na visita à Polónia) chegará ao Brasil na quarta-feira
Bento XVI (na foto na visita à Polónia) chegará ao Brasil na quarta-feira FOTO: Peter Andrews / Reuters
A cidade de Aparecida, onde fica o Santuário que hospedará Bento XVI, enfrenta neste momento uma epidemia de dengue, doença altamente contagiosa que provoca dores musculares, febre, vómitos, diarreia e, na sua forma mais aguda, pode até matar.
Desde o início do ano, a pequena cidade, localizada no interior do estado de São Paulo, onde fica o famoso santuário dedicado a Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, já teve 104 casos de dengue confirmados, sendo que a doença alastrou no último mês. De acordo com o Ministério da Saúde, a epidemia fica caracterizada quando ocorrem 300 casos por cada cem mil habitantes, o que, no caso de Aparecida, que tem apenas 36 mil habitantes, significa que falta somente confirmar quatro casos para se atingir essa caracterização.
Para tentar controlar o surto, 200 polícias e 50 homens da vigilância sanitária iniciaram uma vasta operação de combate a locais infestados por mosquitos, que transmitem a doença. Bento XVI estará na cidade de Aparecida três dos cinco dias da sua visita ao Brasil. Na cidade santuário, o sumo pontífice, além de rezar uma missa para um público estimado em 500 mil pessoas no dia 13, presidirá no mesmo dia à abertura da V Conferência Geral do Episcopado Latino--Americano e das Caraíbas, que reunirá mais de 300 bispos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)