Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Derrocada no Brasil destrói oito casas e mata 11 pessoas

Rocha de grandes dimensões caiu sobre as habitações. Uma criança entre os mortos.
Francisco J. Gonçalves 12 de Novembro de 2018 às 08:42
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Deslizamento de terras provoca destruição em cidade brasileira
Um deslizamento de terras matou pelo menos 11 pessoas em Niterói, cidade vizinha do Rio de Janeiro. O número de mortos inclui uma criança.

A tragédia deu-se na madrugada de sábado quando uma pedra de grandes dimensões se desprendeu e atingiu oito casas no morro da Boa Esperança.

Segundo um responsável local havia casas sinalizadas pela Defesa Civil como inseguras, mas os moradores recusaram sair.

As equipas de resgate recuperaram dez cadáveres e retiraram 11 pessoas com vida dos destroços. Contudo, um dos feridos, Arthur Caetano Carvalho, de três anos, acabou por morrer no hospital. Das outras pessoas encontradas com vida há duas em estado grave. Duas outras crianças estão internadas em situação estável.

Das restantes vítimas mortais sabia-se ontem somente que incluem duas mulheres, uma de 55 anos e outra de 56 anos, e um homem de 37 anos.
Niterói Defesa Civil Rio de Janeiro Boa Esperança acidentes e desastres
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)