Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Descobertos 60 cadáveres em Bagdad

A capital do Iraque continua a viver um quotidiano marcado pela violência. Nas últimas 24 horas, foram descobertos cerca de 60 cadáveres não identificados em vários locais de Bagdad, que foi também palco, esta quarta-feira, de mais dois atentados bombistas, que causaram pelo menos 22 mortos e mais de 70 feridos.
13 de Setembro de 2006 às 09:31
Descobertos 60 cadáveres em Bagdad
Descobertos 60 cadáveres em Bagdad FOTO: Reuters
Apesar do reforço de tropas afegãs e norte-americanas para tentar aumentar a segurança na capital iraquiana, ocorrem diariamente ataques e atentados, numa onda de violência imparável. De acordo com fontes policiais, muitos dos cadáveres descobertos em Bagdad foram baleados na cabeça, tinham as mãos amarradas e mostravam sinais de tortura.
Esta quarta-feira, ao início da manhã, a explosão de um carro-bomba causou pelo menos 14 mortos, entre os quais dois polícias, e 57 feridos. A deflagração ocorreu num parque de estacionamento junto ao quartel-general da Polícia de Trânsito de Bagdad, após a explosão de uma bomba de fraca potência que atraiu a atenção da polícia e de populares para o local.
A explosão de um segundo carro armadilhado no bairro de Zayouna, na região oriental da capital iraquiana, junto a um grupo de polícias que protegia uma central eléctrica provocou pelo menos oito mortos e 19 feridos.
MAIS UMA BAIXA NORTE-AMERICANA
Também esta quarta-feira, foi confirmada a morte de mais um soldado norte-americano, na passada segunda-feira, durante uma operação militar desencadeada na província de Al-Anbar, na região ocidental do Iraque, bastião dos rebeldes sunitas.
Desde o início da operação militar para depor o regime de Saddam Hussein, lançada em Março de 2003, já perderam a vida no Iraque 2.671 soldados norte-americanos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)