Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Descobertos cinco corpos em comunidade de meditação indiana

Cadáveres de quatro mulheres e de uma criança foram encontrados no interior de um 'ashram'.
19 de Novembro de 2014 às 09:27
A polícia continua a procurar Rampal Maharaj, que acredita estar ainda escondido no 'ashram'
A polícia continua a procurar Rampal Maharaj, que acredita estar ainda escondido no 'ashram' FOTO: Money Sharma/EPA

A polícia indiana descobriu esta quarta-feira cinco corpos após ter tomado de assalto uma comunidade de meditação ('ashram') no norte da Índia, de um guru hindu procurado, tendo um dos seus seguidores morrido no hospital, anunciaram as autoridades.

"Todos os corpos foram enviados para o hospital, onde serão realizadas autópsias para determinar as causas das suas mortes", disse hoje o diretor geral da polícia SN Vashisht aos jornalistas.

Os corpos de quatro mulheres, mortas em circunstâncias ainda indeterminadas, foram descobertos no interior de um 'ashram', enquanto uma criança de 18 meses deverá ter sucumbido de morte natural, de acordo com o responsável da autoridade.

Um outro seguidor do guru hindu, que sofria de problemas cardíacos, morreu após ter sido transferido para o hospital, explicou a mesma fonte.

A polícia continua a procurar Rampal Maharaj, de 63 anos, que acredita estar ainda escondido nos cerca de 4,8 hectares do 'ashram'.

O guru recusou responder a várias convocações da Justiça, que o acusa em particular de conspiração e assassinato, incitamento a motim e desobediência ao tribunal, de acordo com a Press Trust of India.

A polícia tentou assaltar o 'ashram' na terça-feira passada, mas teve de enfrentar centenas de apoiantes do guru.

Índia Rampal Maharaj meditação corpos 'ashram'
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)