Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

"Desculpe, desisto": Mãe de cinco filhos descreve dificuldades da telescola em mensagem de desespero

Regan Long é mãe de cinco filhos e tal como muitas mães e pais em todo o mundo, enfrenta as dificuldades da telescola em tempos de pandemia.
Correio da Manhã 22 de Maio de 2020 às 09:06
Regan Long
Regan Long FOTO: Facebook

Regan Long é mãe de cinco filhos e tal como muitas mães e pais em todo o mundo, enfrenta as dificuldades da telescola em tempos de pandemia. Num dos dias em que tentava conciliar as responsabilidades de mãe e manter os filhos concentrados na telescola acabou por "desistir". 

A professora de um dos seus filhos estava a pedir uma videochamada por Zoom com o Regan e com o filho. Enquanto a mulher tentava fazer a videochamada, tinha outros dois filhos em reuniões no Google e precisou de pedir à filha mais velha que parasse o que estava a fazer para segurar no filho bebé. O pai encontrava-se numa chamada de trabalho e Regan lutava contra o computador para encontrar o link do Zoom para iniciar a videochamada. 

Ao mesmo tempo, o computador não estava a fazer ligação à internet, o bebé chorava, a filha mais velha já estava frustrada por ter de parar os trabalhos que estava a fazer e ouvia-se os outros dois filhos a fazer as suas reuniões da telescola noutra divisão da casa. 

Regan estava pronta para atirar o computador da mesa quando finalmente 'explodiu' e disse à professora do filho: "Sou apenas uma pessoa a tentar conciliar os horários de cinco filhos e todos os dias oscilo entre ter momentos em que tudo está controlado e outros em que estou prestes a perder a paciência". 

"Desculpe, desisto. Isto não é normal, nada disto é", afirmou ainda a mãe de cinco crianças. A professora compreendeu a situação e quando perguntou sobre algumas das avaliações mais baixas nos testes de compreensão de leitura da filha que tinha tido notas altas ao longo do ano, a mulher rapidamente desabafou. 

"Este não é um ambiente propício à aprendizagem. Simplesmente não é. Os meus filhos têm um lar feliz e seguro, mas não, não é uma escola. Para ser honesto, na maioria dos dias é um espetáculo de m****. Não há muita paz e sossego durante o dia e, quando alguém tenta fazer videochamada em alguma divisão da casa ou em numa determinada sala, é possível ouvir outra chamada de Zoom. Então não, ela [filha] não está a conseguir concentrar-se", explicou. 

A publicação franca e honesta sobre as dificuldades da telescola tornou-se viral nas redes sociais. 



Mais informação sobre coronavírus AQUI.

MAPA da situação em Portugal e no Mundo.

SAIBA como colocar e retirar máscara e luvas.

APRENDA a fazer a sua máscara em casa.

CUIDADOS a ter quando recebe uma encomenda em casa.

DÚVIDAS sobre coronavírus respondidas por um médico

Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24

Regan Long Zoom questões sociais economia negócios e finanças tecnologias de informação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)