Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Desemprego aumenta em Espanha

O desemprego continua a aumentar em Espanha. Em Outubro, subiu mais 7,34 por cento, o que equivale a mais 193 mil pessoas desempregadas, num total de 2,82 milhões, o nível mais elevado desde Abril de 1996, segundo dados oficiais divulgados esta terça-feira.
4 de Novembro de 2008 às 10:44

No último ano, o número de desempregados no país vizinho cresceu 37,56 por cento, o que representa mais 769 mil pessoas.

Mais de metade dos novos desempregados registados em Outubro provém do sector dos Serviços, seguindo-se a construção, o sector mais penalizado no último ano, com uma queda de 13 por cento no número de trabalhadores, mais do triplo da descida verificada no sector da agricultura.

O Governo espanhol prevê que o desemprego continue a aumentar nos próximos meses, podendo atingir, segundo estimativas da Comissão Europeia, os 15 por cento até 2010.

Entretanto, o presidente da Confederação Espanhola de Organizações Empresariais, Dias Férran, afirmou que o desemprego em Espanha continuará a aumentar e poderá atingir os 16 por cento em 2010, mesmo que ocorra uma recuperação económica.

 

Ver comentários