Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Desiste dos tratamentos contra cancro para ser mãe

Norte-americana lutou até que foi obrigada a escolher entre a sua vida e a do bebé que estava à espera. Preferiu ser mãe nos últimos dias de vida.
1 de Abril de 2014 às 14:49
Elizabeth Joice, cancro, pulmão, grávida, doença, vida, tratamento
Elizabeth Joice, cancro, pulmão, grávida, doença, vida, tratamento FOTO: Facebook Elizabeth Joice

A norte-americana Elizabeth Joice tomou a decisão mais difícil da sua vida quando optou por desistir dos tratamentos contra o cancro para continuar a gravidez. A escolha custou-lhe a vida.

Em setembro de 2010, foi diagnosticado um cancro do pulmão a Elizabeth. Quando descobriu a doença, a americana namorava, há dois anos, com Max e na altura pensou desistir dos tratamentos para aproveitar os últimos dias de vida a viajar, numa volta ao mundo com o companheiro.

Mas quando confrontada com o pedido de casamento de Max, Elizabeth decidiu lutar pela vida e um mês depois do noivado, casou.

Foram vários os tratamentos até Elizabeth afastar a doença e os piores receios. Em junho de 2013, o casal viveu um dos momentos mais felizes da relação quando Elizabeth descobriu que estava grávida e pronta para ser mãe pela primeira vez. 

Acontece que um mês depois da boa notícia, o casal foi abalado novamente pelo doença. O tumor de Elizabeth tinha sido detetado novamente. A norte-americana chegou a ser operada, mas acabou por renunciar ao tratamento para não prejudicar o bebé, que acabou por nascer dois meses antes do previsto, a 23 de janeiro de 2014.

Algumas semanas depois do nascimento de Lily Anne Joice, a mãe acabou por morrer. Esta história de amor vai ser retratada no documentário "40 semanas", de Christopher Henze, com estreia prevista para este ano.

Elizabeth Joice cancro pulmão grávida doença vida tratamento
Ver comentários