Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Detida por sexo oral em público reclama com a polícia

Cena insólita foi filmada à porta de uma discoteca. Veja o vídeo.
Pedro Zagacho Gonçalves(pedrogoncalves@cmjornal.pt) 21 de Outubro de 2016 às 10:02
Detida por sexo oral em público reclama com a polícia

Um casal foi detido em flagrante ao praticar sexo oral em público. O ato foi filmado, assim como a detenção, que ganhou contornos insólitos por a mulher reclamar contra a detenção e recusar ir à esquadra. O vídeo está a fazer furor nas redes sociais.

As imagens, captadas de manhã perto de uma discoteca em Buenos Aires, na Argentina, mostram o homem com as calças pelos tornozelos a desfrutar do momento, enquanto a mulher está ajoelhada com uma camisola transparente. Várias pessoas passam pelo casal, que não parece incomodado com a presença de público, nem com quem filma o momento.

O casal é, depois, interrompido pela polícia, que ordena o fim do ato sexual. A mulher não gostou de ser interpelada e responde: "Não vou parar porque eu não quero. É o meu namorado e eu faço com ele o que eu quiser, onde eu quiser. Até à vossa frente."

A polícia insiste que os dois estão detidos e vão ser levados à esquadra, mas a mulher recusa ir com a polícia. "Não me vão levar! Vocês não me podem deter por isto. Não têm razão nenhuma", grita, antes da polícia algemar o casal.

O par foi detido por comportamento indecente e aguarda julgamento. Os dois estariam alcoolizados e teriam saído há pouco da discoteca junto ao espaço onde estavam a fazer sexo oral.

Zarate Buenos Aires Argentina crime lei e justiça questões sociais polícia sexo sexo em público sexo oral
Ver comentários