Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Detido homem com ligações ao ataque nos Campos Elísios

Suspeito tem ligações a Karim Cheurfi, que assassinou um polícia no dia 20 de abril.
Lusa 16 de Maio de 2017 às 16:22
Karim Cheurfi,de 39 anos, o autor do ataque
Parisienses depositam flores nos Campos Elísios em homenagem ao polícia que morreu
Segurança reforçada em altura de eleições presidenciais
Karim Cheurfi,de 39 anos, o autor do ataque
Parisienses depositam flores nos Campos Elísios em homenagem ao polícia que morreu
Segurança reforçada em altura de eleições presidenciais
Karim Cheurfi,de 39 anos, o autor do ataque
Parisienses depositam flores nos Campos Elísios em homenagem ao polícia que morreu
Segurança reforçada em altura de eleições presidenciais
As autoridades francesas detiveram um homem com ligações a Karim Cheurfi, que assassinou um polícia nos Campos Elísios, Paris, no dia 20 de abril, três dias antes da primeira volta das eleições presidenciais, disse fonte judicial citada pela AFP.

Karim Cheurfi, um francês de 39 anos, matou um polícia de 37 anos com duas balas na testa, tendo ainda ferido outros dois agentes e um transeunte alemão, antes de ser abatido.

O ataque foi reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), que esteve na origem da maior parte dos atentados que provocaram 239 mortos em França desde 2015.

Com 23 anos, o homem suspeito de ter ligações à Karim Cheurfi foi detido na segunda-feira de manhã na região de Paris, adiantou fonte judicial à AFP.

Os investigadores tentam saber qual é a proveniência da arma automática de tipo kalashnikov usada por Karim Cheurfi. Uma espingarda, duas grandes facas e munições também foram encontradas no seu veículo.

Karim Cheurfi tinha no cadastro uma condenação por tentativa de assassinato de polícias, mas não apresentou "sinais de radicalização" na prisão, de acordo com o procurador da república François Molins.

Uma mensagem manuscrita a defender a causa do EI foi encontrada num papel próximo do corpo de Karim Cheurfi, tendo o grupo extremista reivindicado depois o ataque.

No entanto, esta reivindicação continua a intrigar. Na altura, o grupo extremista identificou o autor do atentado como "Abu Yussef o Belga".

"É plausível que se tenha tratado de um erro de reivindicação, mas os investigadores não fecham nenhuma porta", disse fonte próxima da investigação.
detido homem ligações ataque Campos Elísios Paris França terrorismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)