Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Dez suspeitos detidos por sequestro sangrento

Autoridades quenianas garantem que alguns reféns já foram resgatados.
23 de Setembro de 2013 às 20:03
quénia, centro comercial, sequestro, sangrento, nairobi
quénia, centro comercial, sequestro, sangrento, nairobi FOTO: REUTERS/Karel Prinsloo

Mais de 10 suspeitos foram detidos pelas autoridades quenianas no âmbito da investigação ao ataque a um centro comercial em Nairobi iniciado no sábado passado, anunciou esta segunda-feira o Ministério do Interior queniano. "Detivemos mais de 10 suspeitos para interrogatório", indicou o ministério numa breve mensagem publicada na rede social Twitter, sem avançar pormenores sobre o local e as circunstâncias em que foram efetuadas as detenções.

Cerca de 48 horas após o início do ataque, reivindicado por rebeldes islamitas 'shebab' somalis, a Cruz Vermelha local registou mais de 60 mortos e várias dezenas de desaparecidos. O grupo atacou no sábado o luxuoso centro comercial Westgate, numa altura em que o recinto estava cheio de quenianos e estrangeiros que aproveitavam o fim de semana para fazer compras.

Em outra mensagem, também hoje divulgada, o Ministério do Interior queniano indicou que "três terroristas foram mortos" e outros estão feridos.
O grupo armado ainda mantém um número indeterminado de reféns. A polícia queniana afirmou hoje à tarde que tinha resgatado alguns reféns do centro comercial Westgate, informando na mesma ocasião que os confrontos com os sequestradores continuavam. "Acabámos de resgatar alguns reféns", afirmou no Twitter o chefe da polícia queniana, David Kimaiyo, sem adiantar um número. "Estamos a ganhar terreno aos atacantes", garantiu o responsável.
O ministro do Interior do Quénia, Joseph Ole Lenku, afirmou, entretanto, que os islamitas não têm possibilidade de escapar e que a operação terminará em breve.

quénia centro comercial sequestro sangrento nairobi
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)