Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Directora do FMI pede a gregos para pagarem impostos

A directora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, pediu aos gregos que paguem os seus impostos e admitiu que está mais preocupada com a situação na África subsaariana do que na zona euro.
26 de Maio de 2012 às 13:14
Directora do FMI, Christine Lagarde, gregos, impostos
Directora do FMI, Christine Lagarde, gregos, impostos FOTO: Reuters

"No que se refere a Atenas, penso em todas as pessoas que evitam os impostos o tempo todo.[...]Penso que deviam ajudar-se colectivamente, pagando os seus impostos", disse Lagarde, numa entrevista publicada hoje pelo diário britânico "The Guardian".

Lagarde admitiu estar mais preocupada com a situação das crianças nos países da África subsaariana, que têm apenas duas horas de aulas por dia, do que com a Grécia.

"Penso mais nas crianças das escolas nas pequenas localidades do Níger que tem duas horas de aulas por dia, que tem uma carteira para três e muita vontade de aprender. Tenho-os presentes o tempo todo porque acredito que eles precisam mais de ajuda do que a população de Atenas", disse.

Questionada sobre se considera que chegou a hora de os países europeus, que tiveram anos de bonança, devolverem o dinheiro recebido, Lagarde respondeu: "Correto".

Admitiu que pensa tanto nos gregos que estão privados dos seus serviços públicos como naquele que não pagam impostos.

A responsável do FMI insistiu que não tem intenção de suavizar as condições impostas no pacote de austeridade da Grécia, adiantando que o país tem de "fazer mais" para superar a crise e deve aceitar que há "um preço" a pagar por ser membro da zona euro.

Insistiu ainda que a zona euro tem de fazer um esforço maior para estimular o crescimento, não através de programas de estímulo, mas de reformas estruturais das suas economias.

 

Directora do FMI Christine Lagarde gregos impostos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)