Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Disse "máscara 19" na farmácia e o marido foi preso. O código que ajuda vítimas de violência doméstica em França

Vítimas vivem agora muito mais tempo com os agressores devido ao isolamento para travar o contágio do coronavírus.
2 de Abril de 2020 às 12:37
Violência doméstica, xxx
Violência doméstica, xxx
Um código para salvar uma vida. Uma mulher entrou numa farmácia em Nancy, em França, e disse "máscara 19" ao farmacêutico. O pedido não era de um medicamente mas sim, um pedido de ajuda.
Momentos depois, o marido foi detido por violência doméstica.

Esta foi a forma que o governo francês arranjou para ajudar as vítimas de violência doméstica que neste momento vivem muito mais tempo no mesmo espaço que os seus agressores devido à pandemia do coronavírus e à quarentena obrigatória.

A palavra-código "máscara 19" pode ser dita nas farmácias e em alguns locais públicos já definidos pelo governo, avança a CNN.

O ministro do Interior francês avança que só em Paris a intervenção da polícia em casos de violência doméstica aumentou em 36%.

"Numa situação normal, deixar a casa e o agressor já é muito difícil (...) abandonar o lar, agora, é muito, muiuto difícil. Mais difícil que nunca", confirma Simona Ammerata, que trabalha num centro de abrigo em Roma, à CNN.

O Governo português também tem disponível uma linha de apoio às vítimas de violência doméstica. Podem ser enviadas mensagens com pedidos de ajuda para o número 3060, ligar para 800 202 148 ou um email para violencia.covid@cig.gov.pt.
França CNN Nancy maus-tratos crime lei e justiça crime coronavírus vítimas violência doméstica
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)