Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Dissidente chinês detido

A polícia chinesa deteve, na segunda-feira, o dissidente chinês Liu Xiaobo, e interpelou outros militantes que se preparavam para celebrar o 60º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos.
9 de Dezembro de 2008 às 16:14
Dissidente chinês detido
Dissidente chinês detido FOTO: d.r.

Segundo confirmou a sua mulher Liu Xia, citada pela agência France Presse, Liu Xiaobo foi interpelado na segunda-feira à noite e encontra-se no departamento da polícia de Pequim. Liu Xia disse ainda desconhecer as razões da detenção do marido.

Liu Xiaobo foi um dos 300 subscritores da “Carta 8”, um texto lançado recentemente que apela a reformas democráticas na China.

A polícia revistou a casa do dissidente, antigo professor de Filosofia que participou no movimento pró-democracia de 1989 na Praça de Tiananmen, e apreendeu o seu computador pessoal e telemóveis.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)